Manual do funcionário: como manter o emprego em época de crise?
Por Versa | 02-10-2015 às 18:29h
Financial crisis

Quando o mercado está dentro da normalidade ou, pelo menos, com as empresas obtendo os resultados esperados pelos seus proprietários, todos ficam felizes, desde os empregados até os donos. O problema é quando chega uma crise e faz com que o mercado entre em recessão. Uma das primeiras reações dos donos de empresas é cortar gastos, seja diminuindo a produção, revendo processos ou demitindo pessoal. Isso é completamente normal, mas ninguém está preparado para ser demitido.

Trouxemos algumas dicas de como manter o emprego em tempos de crise, mas lembre-se de que algumas atitudes devem ser tomadas constantemente para que, em uma eventual crise, seu posto de trabalho não corra riscos. Vamos a elas.

Seja proativo

Sempre. Se você foi contratado para realizar as tarefas A, B e C, foque em fazê-las com perfeição, mas não pare por aí. Procure outras tarefas associadas a sua rotina, e faça também D e E, por exemplo. Você aparecerá não somente como um funcionário cumpridor de prazos e tarefas, mas também como um coringa para os momentos de crise, deixando de ser apenas mais um e passando a ser importante para sua empresa.

Invista em você

Nunca pare de estudar. À medida que você aprende mais, você ganha mais facilidade em desempenhar tarefas novas, além de conhecer mais gente. Esses contatos são importantíssimos, pois quem não aparece não pode ser lembrado.

Seja criativo e inove

Você pode ter pouco tempo livre, mas ele acabará aparecendo durante o seu horário de trabalho. Ao invés de tomar um café e matar o tempo apenas conversando, tire 2 ou 3 dias para organizar seu setor. Pergunte aos seus colegas se eles precisam de ajuda e verifique o que pode ser alterado na rotina de vocês. Seja reconhecido pelos seus pares.

Aja independentemente de crise

É muito comum que os empregados estabeleçam uma zona de conforto durante períodos mais tranquilos, mas é exatamente nesses momentos que a boa imagem de um funcionário deve ser construída. Transforme-se em alguém significativo para a sua empresa nos momentos de calmaria e, quando uma crise vier, você correrá menos risco de ser dispensado.

Procure produzir mais durante a crise

Seu empregador espera sempre isso de você, mas em momentos de dificuldades é que encontramos quem realmente está ali para fazer a diferença. Se for necessário, fique até mais tarde, faça algumas tarefas que não estão necessariamente ligadas a seu perfil e sempre se apresente como disponível para seus superiores. Uma crise, para ser atravessada, precisa de engajamento e força extra de todos os envolvidos. Se isso não for identificado pelos seus superiores em você, suas chances diminuem.

Peça opiniões sobre o seu desempenho

Converse com seus superiores nos bons e nos maus momentos. Se você acha que vai bem, pergunte como pode ficar melhor. Se você acha que está mal, também pergunte como mudar. Isso se mostrará para seus superiores como uma atitude de autocrítica, muito valorizada em funcionários. Procure evoluir sempre e saiba que a opinião do seu chefe é importantíssima, pois ele avalia tudo o que você faz a todo instante.

Não é fácil trocar a certeza da estabilidade do seu posto de trabalho por uma crise ou por qualquer outra situação instável que se apresente, seja de proporções internas ou externas. O que não se pode deixar de fazer nunca é procurar ser proativo e sempre melhorar suas atividades, não importando quais sejam. Lembre-se disso: qualquer trabalho é importante e merece ser bem feito.

E então, o que achou dessas dicas de como manter o emprego em tempos de crise? Deixe um comentário para nós e curta nossa página no Facebook para receber ainda mais novidades sobre carreira e negócios!

Comente

Deixe uma resposta