Inventário de estoque: saiba como fazer o seu!
Por Versa | 21-06-2016 às 11:24h
Data analyzing

O inventário de estoque é uma atividade muito importante para que os empreendedores possam realizar uma boa gestão. Além disso, a organização dessa área influencia diretamente nos resultados em vendas e no planejamento de compras da empresa.

No artigo de hoje vamos oferecer algumas dicas que irão contribuir para realizar o inventário de forma simples e eficaz, aprimorando ainda mais a sua gestão e seus resultados. Quer saber quais são? Então confira agora mesmo:

O que é o inventário de estoque?

É uma atividade que consiste na contagem e conferência de cada item disponível no estoque. Ela ajuda a ajustar as informações de estoque físico e contábil – aquele apontado através de sistema ou planilhas – e fornecer dados mais assertivos para vendas. Por exemplo: se o estoque contábil aponta uma quantidade maior do que a realidade do estoque físico, os vendedores correm o risco de vender uma mercadoria que não existe e não conseguir entregar o pedido, causando insatisfação.

Além disso, essa atividade contribui para que o gestor possa identificar as prováveis causas dos furos de estoque e elaborar ações que ajudam a inibir sua reincidência, tornando a gestão mais eficaz.

Planeje com antecedência

O inventário de estoque, apesar de ser uma atividade mais operacional, precisa ser cuidadosamente planejada, para que não comprometa e acabe prejudicando a rotina da empresa.

Portanto, programe a atividade para que ela aconteça, de preferência, em dias e horários que a empresa não esteja funcionando ou que o movimento seja bem fraco. Imagine ter um grande volume de vendas perdido em virtude do bloqueio de estoque para contagem?

Realize contagens no menor nível

Isso quer dizer ter que abrir caixas e contar as quantidades que estão dentro de cada uma delas, em vez de confiar na quantidade que está registrada nas placas e/ou no sistema. Isso é necessário para poder realizar a contagem de forma mais assertiva e identificar possíveis furos que não seriam percebidos avaliando apenas o registro do sistema.

Realize conferências

Após as contagens de cada tipo de item, o ideal é que seja feita outra contagem, para fins de conferência. Caso a segunda contagem seja condizente com a primeira, pode-se considerar o valor como sendo certo. Caso elas sejam divergentes, o ideal é que seja feita uma terceira contagem.

O processo é bem trabalhoso, mas ajuda a garantir que os números levantados serão os mais próximos possíveis da realidade – uma vez que é praticamente impossível conseguir obter 100% de acuracidade em um estoque.

Atualize as informações

Independentemente de seu controle ser realizado atraves de software ou de planilhas, assim que o inventário de estoque é realizado, atualize as informações para que o estoque físico seja compatível com o estoque contábil.

Após a realização do inventário, procure manter sempre as atualizações em tempo real, registrando sempre qualquer operação de movimentação no estoque – tais como: recebimento, devoluções e vendas.

Saiba como tornar o seu controle de estoque mais eficiente!

O inventário de estoques, apesar de ser trabalhoso, é uma atividade essencial para garantir que o capital de giro utilizado para a aquisição dos produtos esteja sendo bem controlado. Recomendamos que ele seja feito periodicamente – se possível em ciclos – para que a identificação de furos e suas causas sejam feitos o mais rápido possível, facilitando seu entendimento e a elaboração de planos de ação mais eficazes.

Como é feito o inventário de estoques em sua empresa? Qual é a periodicidade adotada? Compartilhe conosco suas experiências a respeito desse assunto e participe da conversa!

Comente

Deixe uma resposta